Search
Search
Close this search box.
Mochilões e Mochilinhas

Explorando a Mata de Bussaco e Luso

Índice

Este post de Bussaco e Luso faz parte de uma série de posts de uma mesma viagem. Veja o resumo desse passeio clicando no artigo abaixo:

13/05/2024 – segunda-feira

Uma parada em Santarém

Saímos de Cascais no final da manhã com nosso carrinho conversível alugado e fizemos uma parada estratégica em Santarém para visitarmos umas casas. Acabamos almoçando por lá em um restaurante bem tradicional e lotado, o Taberna do Quinzena, e depois seguimos viagem para a famosa e maravilhosa Mata do Bussaco.

Eu já havia colocado este lugar na minha lista de lugares para conhecer em Portugal, mas depois que uma amiga ficou hospedada no Palace Hotel Bussaco e recomendou, meu interesse por lá aumentou. Quando decidimos viajar sozinhos e fugir do stress do dia a dia, a Mata veio logo a mente.

Chegando na Mata do Bussaco

Liguei para o hotel no caminho e consegui um desconto de 10 euros para a nossa estadia com café da manhã, saindo no final 130 euros por uma noite. Começamos a subir a serra e a sentir o friozinho e o cheiro de floresta e a animação foi aumentando. Quando chegamos no palácio e vimos aquela belezura na nossa frente mesmo com neblina, tivemos a certeza da decisão acertada.

Fizemos o check-in e um mini tour com a recepcionista e passamos um bom tempo contemplando a decoração da escadaria, dos corredores e salinhas menores. Depois sentamos na sala de estar/bar e tomamos uns drinks para celebrar a nossa primeira viagem de casal depois que tivemos filhos. 7 longos anos de espera por isso! 🙂

Subimos depois para o quarto e tivemos a surpresa do upgrade dado: uma varanda com vista linda para o jardim! Infelizmente estava com neblina então estava um pouco assustador o lugar, mas no dia seguinte abriu o sol e curtimos bastante o visual. O quarto em si não era nada demais, achei um pouco apertado até, e tudo era bem antigo – dá uma olhada no secador de cabelo e no telefone, por exemplo – mas muito bem cuidado. Fiquei preocupada de ter cheiro de coisa velha, mas não senti nada. Nos sentimos em outra época e achamos tudo bem especial.

Jantando em Luso

Decidimos não jantar no hotel depois de ver o cardápio e o preço de 75 euros por pessoa. Achei muito caro pro que oferecia, mas sei que minha amiga jantou lá e adorou. Quando o tempo abriu um pouco, demos uma volta no jardim do hotel e nos preparamos para ir jantar em Luso.

Acabamos seguindo a dica do blog Vagamundos e fomos jantar no Pedra do Sal, o restaurante #1 de Luso. Não chegamos a ligar para fazer reserva, mas para nossa sorte não foi preciso esperar muito para conseguirmos a nossa mesa. O restaurante estava lotado e o cardápio me pareceu bem bom, assim como o atendimento, então com certeza é um lugar que vale a pena ir.

Pedimos entrada de enchidos e queijos e depois um prato principal de carne bem gostoso, que acabamos dividindo. Tudo isso com o vinho Quinta do Valdoeiro, da Bairrada, que aprovamos também.

Voltamos para o hotel com a capota aberta no meio da floresta e foi como um sonho. Uma noite muito bem passada!

14/05/2024 – terça-feira

Acordamos no palácio e tomamos um belo café da manhã em um salão maravilindo!

Passeamos depois pelo hotel, arrumamos nossas malas e fomos fazer o check-out. Deixamos as malas no carro e saímos pra aproveitar os jardins e a mata já que o tempo estava bom.

Passeando pelo Palácio e Mata de Bussaco

Passamos primeiro no centro de informações para tirar dúvidas e pegar um mapa. Começamos o passeio pelo Convento de Santa Cruz do Bussaco, construído no século 17, e subimos a sua torre para tocar o sino e apreciar a vista. Depois pegamos o carro e fomos ver o trilho da Água, onde tem a Fonte Fria e o Vale dos Fetos, um caminho repleto de flores do tipo copo de leite, que eu amo. Achei tudo muito mágico:

Depois pegamos o carro e fomos até o estacionamento mais perto do Cedro de São José, uma árvore oriunda do México que foi plantada há 350 anos pelos monges no local. É realmente enorme e tem uma proteção metálica ao seu redor.

Voltamos para o carro e dirigimos até o Obelisco, um monumento em homenagem à Batalha do Bussaco, onde forças anglo-lusas derrotaram as francesas em 1810. Seguimos dirigindo até o Miradouro da Cruz Alta, que tem uma vista incrível mesmo com tempo nublado. Que paz!

Visitando Luso

Saímos de lá e fomos passear por Luso, uma vila portuguesa que é conhecida pela pureza das suas fontes de águas termais, utilizadas no tratamento de problemas renais e males da pele. Chegamos a ir até as Termas de Luso para ver os tratamentos disponíveis, mas não quisemos fazer nenhum.

Passeamos pelo centrinho, bebemos água da fonte e depois seguimos de carro até o restaurante Pedro dos Leitões.

Parando na Bairrada para comer Leitão

Este é um dos muitos restaurantes da região da Bairrada, que é famosa por seu prato de Leitão à Bairrada. Nós já havíamos provado a iguaria em uma viagem em 2022 e pensamos em repetir, mas dessa vez escolhemos este outro estabelecimento que também é bastante tradicional e na nossa humilde opinião, com melhor custo benefício que o Rei dos Leitões.

Leia sobre nossa viagem de 2022 aqui:

Saímos do Pedro dos Leitões muito satisfeitos e dirigimos até o nosso próximo hotel, escolhido ali no restaurante, o Hotel Rural Quinta da Conchada.

Vou contar sobre o passeio por esta região em outro post. 🙂

Resumo deste passeio

Outras viagens pelo Centro de Portugal

Se você está interessado em passear por essa região deliciosa de Portugal, dê uma olhada nossos passeios através deste link.

Essas foram algumas delas:

Veja os passeios pelo Centro de Portugal

Índice

Parceiros
Recentes
Newsletter
Facebook
Planeje sua viagem
Booking.com

Planeje sua viagem com nossos parceiros!

Ao usar os links abaixo para organizar sua viagem, você ajudará este blog a continuar existindo, já que os nossos parceiros nos repassarão uma pequena comissão. Você não pagará nada mais por isso e nós ficaremos muito felizes! :)

Conteúdo Relacionado

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter