Terça – feira (17/02/2015)

Saímos de Sevilha de carro por volta das 10h rumo a Jerez de la Frontera, cidade principal da região onde o vinho Jerez é produzido. Nós chegamos a provar o tipo seco em Madrid, mas confesso que não gostei muito. Já o Celo, achou delicioso (é sempre assim!). Esta região é conhecida por ter muitas vinícolas interessantes, então saímos bem animados com a ideia de fazer degustações em uma ou mais delas. Olhando no TripAdvisor e em alguns blogs também, vimos que umas das melhores vinícolas da região é a Bodegas Luis Perezcom nota máxima no TripAdvisor. Todas as pessoas que a avaliaram falaram bem do atendimento dos donos e alguns até falaram da questão de reservar a visita. Como não fizemos isso de casa, aproveitamos os créditos do chip que compramos no celular e ligamos com os dedos cruzados para eles para saber se podíamos passar lá em poucas horas (aiaiai…irresponsabilidade…rs). A Verônica, que me atendeu, foi extremamente atenciosa e simpática, e explicou que estava com bastante ventania lá, mas que estaria à nossa disposição. Como só tínhamos reservado essa tarde para as vinícolas, fomos assim mesmo, e olha, foi sensacional.

As duas casas da vinícola são lindas, sendo uma moderna e uma mais tradicional. Começamos o tour pela casa moderna, que é onde está toda a instalação deles e depois terminamos na casa tradicional, que é tão aconchegante por dentro, que às vezes esquecia que estava em uma vinícola. Adoramos a atenção que a Verônica nos deu durante as duas horas que ficou conosco. Ela explicou tantos detalhes da vinícola, mas o que achei mais legal é que o dono trabalhou mais de 20 anos em outra vinícola e quis começar um projeto de vida que realmente fizesse a diferença na região. Ele saiu do tradicional e ousou ao plantar diversos tipos de uvas na região (Syrah, Petit Verdot, Merlot, Cabernet Sauvignon e Tempranillo), criando vinhos deliciosos sem ser do tipo Jerez. Eles focam em qualidade e não em quantidade, então não é possível encontrar os produtos em supermercados ou em outros países, pois só vendem para lojas especializadas da Espanha.

DSCN5556

DSCN5558

DSCN5566

DSCN5571
Essa garrafa estranha ficou enterrada no fundo do mar (é uma técnica bem conhecida)

Ficamos impressionados com a degustação, tanto pelos vinhos e azeite produzidos ali, como pelas comidinhas feitas sob medida para nós 3. Que capricho, meu Deus! Estão de PARABÉNS! Ah, tudo isso por apenas 15 euros por pessoa. Não vá passar batido, hein!!! Principalmente pela loja, porque vale a pena levar umas lembrancinhas…

DSCN5575

DSCN5576

DSCN5577

Paramos na cidade de Jerez para comprar alguns lanches para a estrada e para o jantar na nossa casinha em Vejer de la Frontera. Sim, reservamos uma casa ao invés de quartos de hotel. Mais detalhes já já… Depois de passearmos no maior supermercado europeu que eu já vi, fomos conhecer a Catedral de Jerez e o Alcazar de Jerez. Ficamos ali no máximo uma hora e seguimos viagem para a nossa cidade, Vejer de la Frontera.

Enormeeeeee!!!!
Enormeeeeee!!!!
Seção só de presuntos!
Seção só de presuntos!
Seção só de queijos!!!
Seção só de queijos!!!
DSCN5592
Alcazar
Catedral de Jerez
Catedral de Jerez

DSCN5601

DSCN5606

DSCN5605

 Chegamos perto do pôr do sol, então deu para ver direitinho a beleza da cidade, com suas casas brancas. O GPS acertou direitinho o caminho e em pouco tempo, chegamos ao topo da montanha, onde a nossa casa estava. Ficamos hospedados em uma casa de 2 quartos no condomínio Casas El Molinoque tem uma vista espetacular e custou 85 euros para nós 3. Cabem 4 facilmente, talvez mais, então fica a dica caso viaje com sua família. A casa era uma gostosura e pelo que entendi, está dentro de um condomínio com mais 4 no mesmo estilo. Jantamos por ali mesmo, no conforto de nossa casinha.

DSCN5616

DSCN5617

DSCN5627

DSCN5623

DSCN5625

DSCN5624

DSCN5626

Quarta – feira (18/02/2015)

Acordamos bem cedinho, tomamos café em casa mesmo e saímos para passear na cidade. Pegamos um mapa no centro de turismo e fomos nos pontos principais da cidade em menos de duas horas. O que valeu a pena mesmo foi caminhar pelas ruelas com casinhas brancas e ver as vistas dos mirantes. Adorei o visual e a forte influência árabe!!

DSCN5628

DSCN5629

DSCN5694

DSCN5657

DSCN5670

DSCN5691

DSCN5702

DSCN5704

Depois de completar a caminhada sugerida no mapa, pegamos estrada rumo a Ronda, passando por Tarifa (ponto mais ao sul da Europa, onde o Mediterrâneo encontra o Atlântico), Marbella e Gibraltar.

***********************************************************************

Quer saber todos os detalhes da nossa viagem pela Andaluzia, na Espanha? É só clicar nos links abaixo:

***********************************************************************

Quer ajudar o blog sem gastar nada por isso?:)

Nós ganhamos uma pequena comissão se você fizer reservas e compras pelos links abaixo:

Agradecemos de coração!❤