Dia 1 – quinta (14/03/2013)

Saímos de Puerto Viejo pontualmente com a empresa Exploradores Outdoorsque organiza diversos passeios de aventura pela Costa Rica. O bacana de fazer o rafting com esta empresa é que você pode sair de Puerto Viejo e ser deixado na volta em San Jose, ou vice e versa. Achei isso ótimo porque economizamos no transporte, e o transporte público nos país é bem carinho. Depois de algumas horas de viagem dentro do micro ônibus, com direito a um guia bem animado explicando histórias dos locais por onde passamos, chegamos à base da empresa, perto do Rio Pacuare. Neste lugar tem lockers enormes, onde pudemos guardar nossas mochilonas com segurança. Tivemos direito a um café da manhã bem caprichado, até o momento que o outro grupo vindo de San Jose chegou para juntar-se a nós.

Saímos em direção ao rio na maior animação…em pouco tempo, já estávamos nos botes, prontos para começar a nossa aventura no Rio Pacuare. O trajeto feito por esta empresa tem quedas de classe II, III e IV, sendo a classe V a mais “tensa” no ranking de quedas.  Todo o passeio foi incrível…o visual é lindo, o guia era engraçado e os companheiros de bote eram bastante animados. Ah, informação interessante: neste rio gravaram o filme Jurassic Park. Bacana, né? Registrei os momentos com a GoPro presa ao meu capacete…só falta agora ter paciência de ver o vídeo….rs. Ficamos umas 4 horas dentro do bote, mas pareceu muito menos, porque adoramos tudo. Recomendo demais.

Ready? GOOOO!!!
Ready? GOOOO!!!

Saímos do rio e voltamos para a base da empresa, onde almoçamos uma comida maravilhosa. Compramos uns souvenirs, pegamos nossas mochilonas e fomos para o micro ônibus que ia para San José.  Que viagem gostosa…. a estrada tem muitas curvas, mas o motorista foi bem devagar e deu para curtir bastante a paisagem e depois, o soninho. rs

Chegamos em San José depois de algumas horas e fomos deixados no nosso albergue, como prometido. Descobrimos que o nosso albergue, o Hostel Urbano (http://www.hostelurbano.com/) , não fica em San Jose, mas em uma cidade colada nela, perto da Universidade mais importante do país. Região de jovens, repleta de bares e restaurantes, bem bacana mesmo.  Como chegamos mortos de cansaço no quarto, só deu tempo de tomarmos banho para dormir.

Nosso quarto privativo...
Nosso quarto privativo…

Dia 2 – sexta (15/03/2013)

 Acordamos sem pressa, comemos o café da manhã disponível (panquecas com manteiga) e saímos para conhecer a cidade. Deixamos as roupas na lavanderia e depois pegamos um ônibus para a cidade de San Jose.  De acordo com o mapa que pegamos no albergue, há um caminho que eles indicam para turistas, passando pelos pontos principais da cidade. Descemos do ônibus no ponto inicial da caminhada.

Ônibus ótimo..
Ônibus ótimo..
Motorista organizado, ó...
Motorista organizado, ó…

Seguimos o mapa e passamos por vários pontos turísticos….

Biblioteca
Biblioteca Nacional
Parque Nacional
Parque Nacional
Igreja Santa Teresita
Igreja Santa Teresita
Inst. Nacional de Seguros
Inst. Nacional de Seguros
Parque Espanha
Parque Espanha
Museus no subsolo
Museus no subsolo
Praça enormeeee
Praça enorme com muitos pombos.
Teatro Municipal
Prédio dos Correios
Teatro Municipal
Teatro Municipal
Catedral Metropolitana
Catedral Metropolitana

Depois de um tempo, me dei conta que San Jose é uma cidade silenciosa. Sim, silenciosa. Por causa dos terremotos, a cidade quase não tem prédios, apenas casas e prédios baixos. Com isso, o barulho dos carros e ônibus não fica preso nas ruas, sabe? O barulho consegue se dispersar por cima das casas, então a sensação é de cidade muito mais silenciosa que o normal.

A cidade é toda assim...
A cidade é toda assim…

Comemos no MC Donalds (saudades!) e continuamos passeando, até quase anoitecer. Pegamos o ônibus de volta para o albergue, passamos na lavanderia para pegar as roupas e voltamos para o albergue. Nos arrumamos e fomos conhecer um bar perto, bem bacana por sinal, o Jazz Cafe Club (http://www.jazzcafecostarica.com/). Fizemos hora lá e depois encontramos uma amiga de uma amiga , que acabei conhecendo via Facebook, depois de mencionar a minha viagem para a Costa Rica.

Jazz, jazz, jazz

Jazz, jazz, jazz

Cerveja gostosa!
Cerveja gostosa!

Ela comentou conosco que na Costa Rica todas as escolas ensinam espanhol e inglês e que a faculdade federal é excelente e nem é tão difícil de entrar. Disse que a Costa Rica não tem exército (!!!!) e que é a segunda casa dos americanos (por isso a enorme quantidade de lojas americanas em San Jose).  O sistema de saúde funciona perfeitamente e a qualidade de vida lá é ótima…incrível, né…nunca ia imaginar isso. Aiai, ignorância é foda…

Fomos com ela em um lugar do outro lado da cidade, muito bacana mesmo, o La Oveja Negra. Comemos uns quitutes deliciosos e provamos cervejas nacionais que também estavam ótimas. Foi uma noite muito agradável.

Dia 3 – sábado (16/03/2013)

Acordamos, tomamos café da manhã e fomos até a recepção perguntar sobre transporte até o vulcão Poás ou Irazu. Tivemos a infeliz surpresa de ouvir que os ônibus que fazem o trajeto saem super cedo de San Jose e portanto, tínhamos perdido essas opções. Parece que demora um pouco para chegar até eles e eles fecham cedo, então tínhamos que ter nos planejado para acordar mais cedo.

Depois da frustração passada, tivemos a ideia de alugar um carro e fazermos o trajeto por nossa conta. Aliás, nós faríamos todos os trajetos por nossa conta, ou seja, rodaríamos a Costa Rica de carro, plano que não estávamos querendo executar quando ainda estávamos no Brasil. Ficamos com preguiça de alugar quando ainda estávamos no Rio, porque lemos que os transportes públicos eram ótimos. Só que, chegando a San José e perguntando para os funcionários do hostel, tivemos a confirmação que os transportes são muito caros. Saía mais em conta alugar um carro.

Assim fizemos. Nos arrumamos correndo e pegamos um taxi para a loja de aluguel de carros, que fechava em pouco tempo. Conseguimos pegar o carro e fomos direto para o vulcão Irazu, sem GPS, somente com mapa. Que tenso, viu..Sabíamos que o parque do vulcão fecharia cedo e que ainda tínhamos uma demorada estrada pela frente, mas algo me dizia que ia dar certo. E deu! =D

Depois de algumas horas numa estrada bastante curvilínea, com casas floridas e motoristas educados, chegamos ao Parque  do Vulcão Irazu, que é bem interessante. Dá uma olhada…

Estrada ótima!

Finalmente, chegamos!!!

Mais vulcão!!!

O único problema é que tanto eu quanto o Celo começamos a passar um pouco mal. Talvez pelo stress, pela altitude ou pela comida do dia anterior…não sei. Sei que quando estávamos lá em cima, não víamos a hora de voltar para a cama. Pegamos a estrada todinha de novo e quando chegamos perto do albergue, achamos um estacionamento privativo e deixamos o carro. Só depois descobrimos que podíamos parar no albergue… =(

Deitamos na cama e desmaiamos. Acho que eram umas 16h. Acordei a noite para comer algo, mas o Celo não. Só foi acordar no dia seguinte, se sentindo bem melhor, graças a Deus.

Dia 4 – domingo (17/03/2013)


Acordamos,  fizemos check out e fomos pegar o carro do estacionamento que deixamos. Recomendo o nosso albergue!!! A equipe é bem tranquila, o ambiente é limpo e o preço são justíssimos. =D

De carro, passeamos pela cidade com calma e depois paramos no Applebee’s para comer. Que delícia! Depois passamos no Walmart e compramos uns quitutes para a viagem de carro e para La Fortuna, nosso próximo destino. Viagem ótima, com calma, sem GPS e com direito a alguns momentos perdidos…rs…mas chegamos bem!

——————————————-

No dia 22 de março, no caminho de La Fortuna para Manuel Antonio, paramos no vulcão Poás (http://en.wikipedia.org/wiki/Po%C3%A1s_Volcano), que fica nos arredores de San Jose. Que coisa linda, gente!!! Olha só isso….

Majestoso...
Majestoso… 
Placa na trilha...
Placa na trilha…interessante…rs
Lago ao lado do vulcão...
Lago ao lado do vulcão…

DETALHE – o parque fecha cedo!!! Cuidado para não chegar com ele já fechado ou fechando…se quiser ver tudo, você vai precisar de no mínimo 2 horas lá. Para chegar, a estrada é assim, ó…

Muitas curvas e subida, subida, subida...
Muitas curvas e subida, subida, subida…

**********************************************************************

Para saber mais sobre a nossa viagem de 30 dias pela América Central (Jamaica, Costa Rica e Panamá), clique nos links abaixo:

***********************************************************************

Quer ajudar o blog sem gastar nada por isso?:)

Nós ganhamos uma pequena comissão se você fizer reservas e compras pelos links abaixo:

Agradecemos de coração!❤