Search
Search
Close this search box.
Mochilões e Mochilinhas

Ferryboat de Setúbal até Troia

Índice

Nosso primeiro ferryboat com o pequeno!

Saímos de Cascais no sábado, dia 08/08/2020, para uma viagem de carro de 9 dias pela Costa Vicentina com o nosso filhote de 2 anos e meio.

Como o trajeto a nossa casa até o primeiro hotel na Praia da Luz demoraria 3h, achei fundamental quebrar esse percurso para não ficar cansativo/entediante para o nosso toddler e, consequentemente, estressante para nós. Quem tem filhos ou já viajou com crianças me entende, né? 🙂

Pesquisei algumas paradas estratégicas pelo caminho e cheguei às 4 opções abaixo:

  1. Lagoa de Albufeira
  2. Ferryboat Setúbal – Troia
  3. Comporta
  4. Badoca Safari Park

Acabamos escolhendo a opção 2 (Ferryboat de Setúbal para Troia), mas com a esperança de conseguirmos parar na 3 (Comporta) também. Não optamos por parar na Lagoa de Albufeira, porque seria muito no início da viagem, e nem no Badoca Safari Park, porque já tínhamos ido no ano passado (veja tudo sobre nosso passeio aqui) e queríamos arriscar algo novo, mas já adianto que o Badoca é bem legal para quem tem crianças!

Antes da viagem de ferry

Chegamos em Setúbal por volta das 10h30 e de acordo com os horários no site da Atlantic Ferries, poderíamos pegar o ferry das 11h, 11h30, 12h, enfim…a cada meia hora.

Ficamos dentro do carro na fila – bem organizada, por sinal – e quando chegou a nossa vez de pagar, usamos o Via Verde para ser mais prático.

Tarifas

Pagamos 16,60 + 4,70 = 21,30, pois é o valor que cobram para o carro, o condutor e mais um passageiro acima de 5 anos – no caso, eu – em uma viagem de IDA APENAS. Se tiver dúvidas sobre horários e tarifas, veja no site deles, na página inicial mesmo.

A viagem

Estávamos muito animados com a experiência porque o filhote AMA carros, aviões, barcos e afins, então juntar carros e barco em um só lugar seria demais, né? E foi mesmo. <3

O trajeto durou apenas 25 minutos, mas esses minutos foram muito intensos e bem aproveitados. Podíamos ter ficado o tempo inteiro dentro do carro se quiséssemos 100% de proteção em plena pandemia, mas qual seria a graça, né? Saímos do carro de máscaras – obrigatórias, by the way! – e subimos juntamente com a maioria dos passageiros para aproveitar o visual. Admirar a paisagem da Serra da Arrábida e Troia, buscar por baleias/golfinhos/peixes e fazer uma “análise criteriosa” dos carros estacionados com o baixinho com certeza deixaram a viagem bem dinâmica e divertida. Podia até demorar um pouco mais…

Pontos Fracos

O único ponto fraco da viagem foi ver os prédios sem graça que foram contruídos em Troia, um lugar que poderia ser uma vila fofa só com casas de veraneio, sabe? Achei que estragaram um pouco o visual, mas certamente deve ser MARAVILHOSO estar num apartamento/quarto de hotel em um andar alto nesse paraíso…rs. Quem sabe um dia, né?

Chegamos de carro e carro em Troia e seguimos viagem, pois o pequeno acabou dormindo no carro. Contei neste post sobre o nosso passeio por Troia, Comporta e o Cais Palafítico da Carrasqueira. Continue lendo sobre essa viagem 😉


Este post faz parte de uma viagem de 9 dias pelo Algarve e Alentejo. Leia sobre toda a viagem nos links abaixo:

Índice

Parceiros
Recentes
Newsletter
Instagram
Facebook
Planeje sua viagem
Booking.com

Planeje sua viagem com nossos parceiros!

Ao usar os links abaixo para organizar sua viagem, você ajudará este blog a continuar existindo, já que os nossos parceiros nos repassarão uma pequena comissão. Você não pagará nada mais por isso e nós ficaremos muito felizes! :)

Conteúdo Relacionado

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter