Dia 1 – 01/06/2017 (quinta-feira)

Pegamos o barco para Capri em Vico Equense, local que escolhemos para fazer nossa base para conhecer a Costa Amalfitana (veja mais detalhes aqui), e a travessia demorou pouco menos de 1 hora. Há barcos que saem de Nápoles e Sorrento com certa frequência, mas nós achamos melhor deixar o carro estacionado no nosso hotel em Vico e compramos as passagens com antecedência na própria recepção do hotel. Logística perfeita! 🙂

Capri é uma ilha L-I-N-D-A e a chegada de ferry só ressalta isso. Vou deixar as fotos falarem por elas:

DSC01728

Saímos do barco assustados com o tumulto do píer, mas logo vimos uns taxis conversíveis bem maneiros parados a espera de turistas. Pagamos 30 euros para irmos até o hotel, que ficava em Anacapri e olha, quase passamos mal no caminho com a velocidade do motorista nas curvas e penhascos. SURREAL! Se eu achava que o povo dirigia que nem louco na Costa Amalfitana, Capri superou em todos os aspectos.

Chegamos ao nosso hotel Villa Eva e ficamos encantados com o jardim e com o ambiente super agradável nos quartos e área comum. Adoramos tanto o hotel, que passamos o dia INTEIRO na piscina descansando e almoçamos e bebemos lá mesmo, com atendimento praticamente exclusivo. Recomendo demais!

DSC01476

Depois de um dia inteiro de sol, nada melhor do que dar uma cochilada, né? Fizemos isso e quando acordamos, já estava bem tarde e a maioria dos restaurantes do centro de Anacapri estavam fechados. Ah, para chegar até o o centrinho você anda por uns 15-20 minutos em umas ruelas super fofas mas com ladeiras, então vá preparado…

DSC01738

Achamos um restaurante aberto (viva!!!) e apesar da comida ser bem mais ou menos, o Dal Presidente nos salvou. Passeamos depois sem pressa pelo centrinho, mesmo com todas as lojas e restaurantes fechados e achamos tudo uma graça! Voltamos para o hotel numa paz só…

Dia 2 – 02/06/2017 (sexta-feira)

Tomamos um café bem fresquinho e completo com vista pra piscina e saímos para passear por Anacapri.

Para quem não leu o post resumo da viagem da Itália, Capri é  o nome da ilha e também o nome da cidade que fica mais perto do mar, enquanto Anacapri é a cidade que fica mais no topo da ilha. As duas têm centrinhos fofos com casas brancas e muitas flores, mas Capri é a mais cara e portanto a mais metida a besta, então Anacapri foi a escolha perfeita pra nós.

Fomos visitar a Villa St Michelle, que foi a residência de um médico sueco famoso e que tem um jardim belíssimo com vistas inspiradoras. Dá uma olhada:

DSC01519

DSC01506

DSC01517

Quando saímos de lá, passamos na Seggiovia del Monte Solaro e pegamos o teleférico (11 euros ida e volta por pessoa) até o topo do monte Solaro, fica é o ponto mais alto da ilha com 589 metros de altura. A vista de lá é simplesmente um must! Como o dia não estava 100% claro, não deu pra ver muito além da ilha, mas dizem que dá para ver o golfo de Nápoles, a Costa Amalfitana e as ilhas de Ísquia e Procida também.

DSC01561

Almoçamos em um restaurante com ambiente e comida maravilhosos e preciso recomendar aqui: Trattoria Il Solitario. Olha que fofura:

Depois pegamos um táxi até a Marina Grande (25 euros) e lá encontramos o Marcello, o capitão do barco que alugamos diretamente no hotel. Pegamos um barco para a tarde toda só para nós 4 por 250 euros (com bebidas) e deu para dar a volta inteira na ilha no nosso ritmo, sabe? Foi simplesmente perfeito! O Marcello é um senhorzinho super simpático e atencioso e ele parou nos principais pontos da ilha para mergulho e nos explicou bastante coisa sobre o lugar. Visitamos a Gruta Azul, a Gruta Verde, a Gruta Branca e vários outros lugares que não lembro mais o nome (rs)….RECOMENDO MUITO!!! Olha que perfeição da natureza:

DSC01590

Terminamos o passeio de barco extasiados e pegamos um taxi para o hotel (25 euros de novo), onde descansamos e logo depois nos arrumamos para sair para jantar. Dessa vez andamos até o centrinho de Anacapri e pegamos um taxi de lá até o centrinho de Capri (20 euros), mas acho que valia mais a pena ter pego um taxi direto do hotel. Chegamos em Capri e já deu para perceber a diferença para Ana. O lugar é muito mais chique, as pessoas se vestem como se estivessem em uma festa de gala (mesmo com calçadas irregulares), enfim, é um negócio mega exagerado. Saca só o nível:

DSC01756

Como não tínhamos reserva em nenhum restaurante, recebemos vários NÃO na cara. Não sei se é porque não estávamos vestidos como a maioria das pessoas ou se é porque eles realmente estavam lotados, mas fato é que ficamos bem irritados com isso. Encontramos um restaurante com mesa, o Ai Faraglioni, mas a comida estava nada demais e custou uma fortuna! Tomei um choque quando vi que tínhamos que pagar 5 euros por pessoa pelo coperto (talheres e organização da mesa) e + 15% de serviço obrigatório, sendo que na maioria dos restaurantes não há obrigação. Acho que foi a conta mais cara de toda a viagem…Vá preparado então!  

DSC01762

Tomamos um sorvete no centrinho, carinho também, e pegamos o taxi de volta pelo mesmo preço da ida (20 euros) até o centro de Anacapri e de lá caminhamos até o hotel. Pelo menos eles têm preço tabelado, né…

Dia 3 – 03/06/2017 (sábado)

Tomamos nosso café da manhã delicioso no hotel, aproveitamos mais um pouquinho a piscininha e quando chegou a hora do almoço, fomos andando até um restaurante recomendado pelo dono do nosso hotel, o Giorgio Al Cucciolo. Que vista espetacular!!!! A comida estava boa também, mas a vista….ah, essa valeu muito a pena.  ❤

DSC01789

Pegamos a van do restaurante até o centro de Anacapri, fizemos umas comprinhas básicas e depois voltamos para o hotel para nos arrumar para ir embora. O próprio dono do hotel nos levou até a Marina Grande (25 euros)  e por volta de 17h, pegamos o barco de volta para Vico na plataforma 13. Que tumulto para entrar e achar lugar, mas conseguimos! Chegamos em Vico, pegamos o carro e dirigimos até Roma, onde devolvemos o carro na estação Termini. Pegamos um uber por volta de 23h até o nosso apartamento na Piazza di Spagna. Vou contar tudo sobre nossos dias em Roma num próximo post. Guentaí! 😉

**********************************************************************

Quer saber mais sobre essa viagem? Dá uma olhada nos posts abaixo:

  • 10 dias na Itália (Roma, Caserta, Pompeia, Costa Amalfitana e Capri) – clique aqui
  • 1 dia em Caserta e Pompeia – clique aqui
  • 3 dias na Costa Amalfitana – clique aqui
  • 3 dias em Capri – este post
  • 2 dias em Roma – em breve

Se quiser saber mais sobre a outra viagem que fizemos para a Itália,  é só clicar nos links abaixo:

***********************************************************************

Quer ajudar o blog sem gastar nada por isso?:)

Nós ganhamos uma pequena comissão se você fizer reservas e compras pelos links abaixo:

Agradecemos de coração! ❤