Dia 28/09/2015 (segunda – feira)

Saímos da nossa casa e dirigimos por quase uma hora até Monteriggioni. Paramos o carro em um estacionamento bem grande do lado de fora e para minha tristeza, percebi que esquecemos a câmera no quarto. Já peço desculpas pelas fotos ruins dos nossos celulares…

Esta é a menor cidade que visitamos na Itália e por isso, a gente deve ter ficado no máximo 1 hora passeando (pagamos 2 euros pelo estacionamento, by the way.) Ela tem uma muralha ao seu redor e as suas poucas casinhas são bem parecidas, dando um clima bem gostoso à cidade. Tem uma praça principal, uma igrejinha, algumas lojas e restaurantes e é possível subir na muralha (nós pagamos 6 euros para nós dois). Olha que fofa a cidade!

Saímos de lá e dirigimos por meia hora até Siena. Seguimos a indicação do nosso guia e paramos o carro em um estacionamento dentro da cidade, mas antes da área restrita para moradores. Logo depois da entrada do estacionamento, deu para ver a câmera que multa os turistas que passam por ela. Que tensão! Não dê mole, hein…

Caminhamos por algumas ruelas e chegamos na Piazza del Campo, uma praça em declive que é o centro cívico e social da cidade desde o século XII. O seu piso tem um desenho em forma de fatias de bolo com 9 divisões, que representam os membros do conselho. Nesta praça está está o elegante Palazzo Comunale, do século XIII, e sua Torre del Mangia, com 500 degraus. Você precisará pagar 8 euros para subir e dependendo do dia, terá que esperar um pouco, porque só sobem 30 pessoas por vez.

No entanto, esta praça é famosa mesmo por causa do Il Palio, que é um evento anual que acontece desde a Idade Média, com desfiles coloridos e corridas de cavalo dos contrades (bairros) da cidade. Cada bairro possui tradições, símbolo e cores próprias, além de uma igreja e um museu do Palio (estandarte de seda). Esse evento acontece entre 2 de julho e 16 de agosto todos os anos e para conseguir ingressos, você precisa comprar com quase 1 ano de antecedência. É o que há de mais legal na cidade! Na corrida, 10 cavalos dão 3 voltas na praça em cerca de 1 minuto e não tem como não ficar animado com a velocidade deles. Os cafés que ficam na praça vendem assentos em seus terraços por cerca de 400 euros por pessoa. :/

A praça é realmente bem legal, principalmente se você sentar em um restaurante e ficar apreciando-a. Nós escolhemos o Ristorante La Birreriaporque era o único que servia pizza no meio da tarde com valor razoável. Nada demais a comida e o atendimento foi péssimo, mas pelo menos deu para curtir a praça.

 Passeamos pela cidade, que é uma graça e felizmente estava com poucos turistas, e decidimos entrar na Catedral de Siena (Duomo). Eles oferecem vários combos que envolvem outras atrações da cidade, mas como nós só queríamos ver a catedral, pagamos os 14 euros para entrar (7 por pessoa). A catedral é lindíssima por fora, mas foi o seu interior que me conquistou. O piso de mármore é uma LOUCURA DE LINDO, com 56 painéis de cenas históricas e bíblicas, pintados por 40 artistas ao longo de 200 anos. Para a nossa sorte, nós fomos no período em que esses painéis ficam descobertos (21 de agosto a 27 de outubro) e pudemos ver um mais lindo que o outro! De longe, a catedral que mais me impressionou na Itália.  ❤

Uma pena que as fotos do meu celular capenga não mostrem a realidade. Se quiser ver mais fotos do piso, entre neste link. Você vai amar!

***********************************************************************

Quer saber tudo sobre a nossa viagem de 14 dias pela Itália? É só clicar nos links abaixo:

***********************************************************************

Quer ajudar o blog sem gastar nada por isso?:)

Nós ganhamos uma pequena comissão se você fizer reservas e compras pelos links abaixo:

Agradecemos de coração! ❤