Passei 10 dias incríveis na Itália com meu pai e meu irmão com direito a muito dengo, risadas, passeios por lugares lindos e claro, refeições maravilhosas. Foi uma viagem muito especial e com certeza inesquecível para nós e também para a Ba, amiga do meu irmão que se juntou à nós no meio da trip. ❤

Como nós já conhecíamos algumas cidades da Itália, optamos por fazer um roteiro novo para todos, então acabamos indo para CasertaPompeia, Costa Amalfitana e Capri, além de Roma por causa dos vôos desde a Irlanda e Brasil.  O roteiro no mapa ficou então o seguinte:

Como é de praxe, aqui vai a tabela com o resumo da programação da viagem:

Italia

Vou dividir com vocês os detalhes dos lugares que visitamos nos posts abaixo, mas por enquanto, sigam lendo para ver o resumo de tudo…

 HOSPEDAGENS

Ficamos hospedados nas cidades abaixo nos seguintes hoteis/apartamentos:

  • ROMA – Experience Roma Terrace – Spagna District – apartamento super bem localizado perto da Piazza di Spagna (melhor bairro de Roma, na minha humilde opinião).  É um quarto e sala gigantesco com banheiro espaçoso e uma cozinha mini, mas deu ficamos bem confortáveis com uma cama de casal e um sofá cama (estávamos em 3).
  • POMPEIA – B&B Elena – pegamos este B&B com avaliação excelente em Pompeia e gostamos bastante do quarto bem decorado. O café da manhã não foi nada demais, mas achei a localização excelente por estar perto da melhor pizzaria da cidade (falarei mais dela no post detalhado) e da principal atração da cidade.
  • VICO EQUENSE – Residence Le Axidie – esta cidade não é na Costa Amalfitana, mas foi onde decidimos fazer a nossa base para conhecer a região. Estávamos em busca de um hotel com piscina e de frente pra uma praia bonita e própria para mergulho e esse hotel tinha exatamente isso! O hotel em si não é maravilhoso não, com problemas frequentes no wifi e comidas bem mais ou menos, mas poder sair do quarto a pé para uma praia privada e depois relaxar na piscina com uma vista espetacular valeu super a pena… Ah, ainda conseguimos pegar nosso ferry para Capri ali mesmo e deixamos o carro estacionado no hotel sem custo algum. Combinação perfeita!
  • ANACAPRI – Villa Eva – A ilha de Capri deve ser o lugar mais caro da Itália e quando comecei a procurar hoteis para a gente lá, caí para trás com os preços das diárias! Optamos por ficar em AnaCapri, cidade mais barata que Capri (só tem essas das opções na ilha), e mesmo assim ainda pagamos bem caro para meus padrões. O bom é que nosso hotel era MUITO gostoso, com uma piscina e um jardim espetaculares e com um barzinho/restaurante que nos supriu super bem. O café da manhã foi ótimo e o dono foi bem simpático também, mas se prepare para gastar com taxi, porque ele fica longe do centrinho de AnaCapri.
  • ROMA – Suite Spanish Apartment – Para os últimos dias da viagem em Roma, optamos por nos hospedarmos na Piazza di Spagna novamente. Escolhemos esse apartamento que tem uma localização maravilhosa, mas tivemos dor de cabeça com o vazamento do ar condicionado no meio do quarto. Espero que resolvam logo isso para ser um lugar nota 1000 em Roma.

CARRO (aluguel, estacionamento, pedágio)

Alugamos o carro com seguro completo pelo site da RentalCars (como sempre!) com a empresa Alamo e acabamos tendo um upgrade para carro automático, o que foi fundamental – já explico o porquê. Pegamos o carro na estação de trem Termini, em Roma, descemos para Caserta, Pompéia e Costa Amalfitana. Quando chegou a hora de ir para Capri, deixamos o carro estacionado no hotel e pegamos um ferry para lá (é o que todo mundo faz, porque só os locais dirigem em Capri. Quando o passeio em Capri acabou, voltamos de ferry para o hotel onde estava o carro e dirigimos de volta até Roma, onde devolvemos o carro na mesma estação de trem.

O custo total do aluguel do carro para a semana foi de pouco mais de 200 euros, com seguro completo e motorista extra, todos os pedágios custaram cerca de 40 euros e a gasolina para todo o roteiro saiu menos de 50.  (sorry, sou engenheira e adoro anotar os números!)

Ah! O carro automático foi super importante para o passeio pelas estradas sinuosas da Costa Amafiltana, porque seria horrível dirigir por aquelas milhares de curvas reduzindo e aumentando a marcha o tempo todo  (vou contar mais no post da Costa.). Então já sabe: Se você for para a costa Amalfitana de carro, alugue um automático! Se não quiser dirigir, dá para conhecer de barco também.

RESTAURANTES

Como a comida italiana é maravilhosa e bem calórica, né? Eu amo massas e frutos do mar, então comi praticamente isso todos os dias, até não aguentar mais e mudar para uma carne ou frango.

Usamos o TripAdvisor e a nossa intuição para a escolha dos restaurantes e alguns foram acertos e outros nem tanto, mas vou falar sobre eles nos posts das cidades. Aqui vão algumas fotos desses pratos divinos:

DSC01790

ATRAÇÕES E CIDADES VISITADAS

Vamos ao resumo do que fizemos!

  • Entre Roma e Pompéia, decidimos parar em um Palácio indicado no meu guia da Lonely Planet localizado em Caserta. Que surpresa agradável! Ele é considerado o Palácio de Versalhes italiano, então é realmente lindo de se ver.
  • Depois fomos conhecer a cidade de Pompéia e fizemos um tour guiado em inglês pelo museu ao céu aberto. É impressionante ver tudo aquilo e ouvir as explicações de cada detalhezinho (acho que o tour durou umas 2h). Definitivamente foi um dos pontos altos da viagem…
  • Seguimos de Pompéia para o nosso hotel em Vico Equense, cidade nada turística, e de lá dirigimos para conhecer as cidades da Costa Amalfitana. Estacionamos o carro para conhecer Positano e Ravello, mas passamos por Amalfi, Praiano e algumas outras belezuras da região. Confesso que não morri de amores não…Achei Cinque Terre mais interessante e sem tanta pompa, sabe?
  • Pegamos um ferry do nosso hotel em Vico Equense e fomos direto para Capri, uma ilha maravilhosa e muito cara que possui duas cidades, Capri e Anacapri. Ficamos hospedados em Anacapri, a mais barata das duas, e adoramos! Fizemos um passeio de barco privativo espetacular pela ilha, passeamos pelos centrinhos das duas cidades e curtimos muito o nosso hotel com piscina e jardim impecáveis. Foi onde descansamos de verdade.
  • Em Roma, ficamos hospedados na Piazza di Spagna, que para mim é o melhor bairro da cidade, e passeamos bastante pelas redondezas a pé. Um dia pegamos o Hop On Hop Off bus, e foi com ele que consegui rodar por toda a cidade com meu pai, que já tinha visitado a mesma há 25 anos. Foi super conveniente, porque estava um calor do cão e as atrações em Roma ficam bem longe umas das outras. As únicas atrações que fizemos questão de entrar foram o Museu do Vaticano (comprei os ingressos com antecedência, claro!) e a Basílica de São Pedro. De resto, passamos só em frente mesmo, porque já conhecíamos.

Agora muitas fotos lindas dessa viagem maravilhosa e com certeza inesquecível para nós:

********************************************************************************

Quer saber mais sobre essa viagem? Dá uma olhada nos posts abaixo:

Se quiser saber mais sobre a outra viagem que fizemos para a Itália,  é só clicar nos links abaixo:

***********************************************************************

Quer ajudar o blog sem gastar nada por isso?:)

Nós ganhamos uma pequena comissão se você fizer reservas e compras pelos links abaixo:

Agradecemos de coração! ❤